Projeto OCB/DRGV promove curso de Regulação, Crescimento e Sustentabilidade

Segunda-feira, 31 de Outubro de 2016 – 11:00 a.m.

DGRV

Aconteceu nos dias 27 e 28 de Outubro, no Auditório da Casa do Cooperativismo Amazonense, localizada no Centro de Manaus, o curso de Regulação, Crescimento e Sustentabilidade, do  Projeto OCB/DGRV, o qual é fruto da parceria entre a Organização das Cooperativas Brasileiras – OCB e a Confederação de Cooperativas Alemã – DGRV, sendo um projeto que é voltado para presidentes, conselheiros de administração, conselheiros fiscais e diretores executivos de cooperativas de crédito.

O instrutor convidado foi o Gerente de Cooperativas de Crédito da OCB, Silvio Giusti, com mais de 20 anos de experiência em cooperativismo e possuindo conhecimento prático na área de crédito. Segundo ele, a proposta do cooperativismo de crédito nacional já tem um longo ritmo de crescimento.

“Como nós temos a oportunidade por meio desses projetos de trazer a experiência e principalmente, a referência alemã em cooperativas de crédito, que é a DGRV, isso traz uma forte reflexão sobre os norteadores que o segmento do cooperativismo de crédito no Brasil pode adotar, no sentido de busca de eficiência, segurança do segmento, fortalecimento da gestão e da governança e também conseguir ter uma penetração maior dentro do mercado financeiro nacional. Portanto, desse projeto, acreditamos que conseguimos trazer alguns processos, referências e reflexões que levem o cooperativismo a patamares mais elevados”, afirma Giusti.

Para o Gerente Técnico do Departamento de Organização do Sistema Financeiro do Banco Central, Sr. Jaime Wanderley Neto, que participou de muitas missões internacionais de estudos de cooperativismo de crédito, afirma que nas viagens que fez na Alemanha, Holanda, França e Canadá, o que o mesmo viu que mais se destacou foi a busca das cooperativas em se manterem fiéis aos princípios cooperativistas originais que motivaram sua criação e ao mesmo tempo buscar medidas para se tornarem eficientes e competitivas no mercado.

“Uma outra razão que nós vimos é que o índice de participação do cooperativismo de crédito no sistema, são os valores que vão do mínimo à 30% de todo o sistema financeiro e tem uma grande diversidade de produtos e serviços e uma grande confiança do público local”, argumenta Jaime.

Para a cooperada da Unimed Manaus, Tamara Salles, destaca que foi uma experiência muito boa participar desse evento: “O Intercooperativismo pode nos ajudar a melhorar muito em relação aos beneficiários, trazer beneficiários de outras cooperativas para a Unimed e que ela também faça parcerias com as cooperativas”, destaca Salles.

O projeto consiste na realização de cursos de capacitação com carga horária entre 12 e 16 horas com o objetivo de apoiar e fomentar o desenvolvimento e o fortalecimento do cooperativismo de crédito nas regiões Norte e Nordeste do país. Com a realização das atividades de 2015 o projeto, que contou com o forte apoio das unidades estaduais da OCB, das Centrais de Cooperativas de Crédito e do Banco Central do Brasil, atingiu a marca de mais de 400 participantes e comprovou mais uma vez sua relevância para a disseminação do conhecimento e fortalecimento do cooperativismo de crédito.

Fonte e Foto: Assessoria de Comunicação – Sistema OCB/Sescoop/AM