• Home
  • Destaques - Notícias
  • ADS abre credenciamento para os produtores rurais que receberam orientação para o PREME

ADS abre credenciamento para os produtores rurais que receberam orientação para o PREME

Segunda-feira, 19 de Dezembro de 2016 – 15:00 p.m.

premee

A Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) abriu no dia 12, as inscrições para o credenciamento de produtores rurais que desejam se tornar fornecedores do Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme). O período de credenciamento segue até o dia 31 de janeiro de 2017.

Os produtores rurais de 41 municípios do Amazonas puderam tirar dúvidas e acompanhar, por meio de videoconferência realizada no dia 7/12, no Centro de Mídias da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), as regras do edital do programa. A apresentação e o lançamento foram feitas pela Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS) e o edital já está disponível no site da Sepror. O produtor rural também pode ter acesso ao edital em um dos 66 escritórios do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário Sustentável e Florestal (IDAM), localizados no interior do estado.

Sobre o Preme: 

O Preme surgiu em 2005 como iniciativa do Governo do Amazonas de incentivar a inclusão de gêneros alimentícios regionais nos cardápios escolares e fomentar a produção local com a compra direto do produtor rural. Atualmente o programa envolve 15 mil produtores rurais e agricultores familiares. A estimativa para 2017, segundo o Diretor Técnico da ADS, Ramonilson Gomes, é dobrar o número de produtores inscritos alcançando aproximadamente 30 mil trabalhadores rurais em todo o Estado.

Desde o surgimento do Preme o Governo busca parcerias com a Seduc e a Secretaria Municipal de Educação (Semed) para ampliar o cardápio regional nas escolas. A parceria tem dado certo e já colocou o Estado do Amazonas em destaque nacional por regionalizar seus cardápios além dos 30% estipulados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Atualmente, 50 itens regionais incorporam o cardápio da merenda escolar.

Orientações para tirar dúvidas: 

O processo de credenciamento para fornecedores está sendo por meio da adesão ao edital da ADS, que foi lançado no último dia 7 de dezembro. Produtores, associações e cooperativas podem se credenciar e cada um fornecerá segundo a sua capacidade de produção.

O presidente da ADS, Lissandro Breval, explica que o objetivo para o próximo ano é aumentar o número de produtores cadastrados no programa, visando à ampliação de produtos provenientes da agricultura familiar, na merenda escolar de estudantes de todo o Amazonas.

“Um dos maiores benefícios do Preme é gerar oportunidades de emprego e aumentar a renda dos nossos produtores, que têm papel fundamental nesse processo. Ampliar o número de cooperativas, associações e produtores é um dos nossos objetivos”, enfatizou Breval.

Uma das novidades do edital do próximo ano é o aumento no número de itens que compõem a merenda escolar no Estado. Atualmente, são 36 itens, e para o 2017 já são 45 até o momento. Hoje, 15 mil produtores rurais e agricultores familiares fazem parte do programa, e a expectativa é aumentar esse número para 30 mil.

José Ramonilson Gomes, diretor técnico da ADS, destaca que um dos diferenciais do edital para o ano de 2017 é que as agroindústrias que terão o credenciamento aprovado deverão apresentar contrato reconhecido (em cartório) com os produtores rurais/agricultores familiares que fornecerão matéria-prima. Ele explica que é uma forma de garantir que os produtores rurais sejam realmente beneficiados.

Segue link com Edital de Credenciamento ao PREME 2017: http://www.sepror.am.gov.br/edital-de-credenciamento-ao-preme-2017/

Fontes: Com Informações da assessoria e Fonte Oficial no site da Sepror: http://www.sepror.am.gov.br/produtores-de-41-municipios-do-amazonas-recebem-orientacao-para-acesso-ao-programa-de-merenda-escolar/ e no Portal Amazonas em Tempohttp://www.emtempo.com.br/ads-abre-credenciamento-para-os-produtores-rurais/

Foto: Arquivo/Divulgação/Sepror