Cooperativas de crédito são a alternativa financeira

WhatsApp Image 2017-10-03 at 13.17.48

O cooperativismo de crédito é uma alternativa para enfrentar as mudanças no mercado financeiro no país e proporcionar melhoria da vida das comunidades e das cidades. E para isso as cooperativas precisam se adequar às mudanças em andamento que o Banco Central do Brasil está promovendo. As cooperativas de crédito do Amazonas, dado as questões geográficas do estado, têm um grande desafio para aumentar o acesso a produtos e serviços financeiros.

O que isso significa para as cooperativas?  É isso que  Silvio Giusti veio dizer para as lideranças e todos os cooperados do cooperativismo de  crédito. O encontro começa às 8h30 no auditório da Sicoob Uniam,  na rua Afonso Pena, e leva o dia todo. Silvio Giusti é coordenador do projeto OCB/DGRV e consultor da DGRV, a entidade que centraliza e fiscaliza as cooperativas da Alemanha. O projeto que Giusti coordena é esse encontro, que é realizado em todo o país. A Alemanha é o berço desse cooperativismo e hoje atingiu um nível de confiança da população, que tem integral confiança da população dos municípios.

“O alemão já reconhece essas cooperativas como sendo o diferencial inquestionável.   Antes de colocar seu recurso em um banco internacional, ele coloca na sua cooperativa. Porque ela pertence a ele. Ela é da comunidade. É da cidade. É dele. A sociedade percebe que deixar o recurso ali depositado é fácil, o bem é para a toda a comunidade, para toda a acidade, para as próximas gerações”, explica.

Giusti observa que as cooperativas do Amazonas precisam ficar atentas para as mudanças e trabalhar a educação financeira. “Quanto mais fortalecidas forem as cooperativas de crédito mais vão poder fazer esse processo de inclusão financeira e educação cooperativista da educação financeira”.

O quê: Encontro das Cooperativas do Ramos Crédito;

Realização: OCB e DGRV

Onde: Auditório da Siccob Uniam, na Rua Afonso Pena, 48 – Praça 14 de Janeiro