Sescoop

O Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (SESCOOP) foi criado nos termos da Medida Provisória nº. 1.715, de 3 de setembro de 1998, e do Decreto no. 3.017, de 07 de abril de 1999, cuja finalidade é a de executar as ações de formação profissional, monitoramento e promoção social no âmbito das cooperativas do mesmo Estado. O público alvo do Sescoop são os cooperados, dirigentes, empregados e seus familiares.

No Estado do Amazonas, o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Estado do Amazonas – SESCOOP-AM foi instalado em 27 de outubro de 1999, tendo como primeiro presidente o Sr. Estevam Ferreira da Costa. A partir de então, as cooperativas passaram a receber em serviços, a contribuição paga de 2,5% (dois vírgula cinco porcentos) sobre a folha de salários de seus empregados, que antes recolhiam ao governo em favor de outras instituições nacionais vinculadas ao Sistema “S”.
Na reunião de implantação, o presidente, na oportunidade, fez uma explanação sobre o SESCOOP, seu processo de criação, legalização, objetivos, forma de funcionamento e Administração, colocou em discussão a proposta do Regimento Interno do SESCOOP/AM e indicou o Sr. Antonio Carlos Barbosa, como superintendente.
O Conselho Administrativo da época era formado por Estevam Ferreira da Costa, que era presidente do Conselho Administrativo; e pelo suplente Raimundo Nonato de Souza Vieira, que era diretor da Organização de Cooperativas do Estado do Amazonas (OCEAM). Já os integrantes do Conselho Fiscal Efetivos eram: Charles de Oliveira Lins, Ricardo Teodoro Turenko e Elizandra Litaiff Leonardo. Como Conselheiros Fiscais Suplentes: Luiz Otodinel Ferreira da Silva, Asdrúbal Epaminondas de Melo e Luís Orestes Ferreira de Souza.
Os resultados positivos logo puderam ser percebidos, pois com a organização estruturada em unidades estaduais, em todo Território Nacional, as distâncias regionais do cooperativismo foram reduzidas.
Para ser ter uma idéia do desenvolvimento do cooperativismo no Amazonas, no período de criação do SESCOOP/AM, havia registrado no Sindicato e Organização de Cooperativas do Estado do Amazonas (OCB-AM), cerca de  84 cooperativas. Atualmente, as cooperativas passam de 150 e, somente em 2009, foram constituídas 22 (vinte e duas) novas cooperativas.
Com a saída de Estevam Ferreira da Costa da presidência da OCB/AM, em abril de 2001, assumiram como presidente o Sr. José Merched Chaar, e como Superintendente, o Sr. Petrucio Pereira de Magalhães Júnior, que permaneceram na função até abril de 2009.
Atualmente, preside o Sistema OCB/Sescoop-AM, o Sr. Petrucio Pereira de Magalhães Júnior e, como Superintendente, o Sr. Adriano Trentin Fassini.

RESUMO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DO SESCOOP/AM

MISSÃO DO SESCOOP
Promover o desenvolvimento do Cooperativismo de forma integrada e sustentável, por meio da formação profissional, da promoção social e do monitoramento das cooperativas, respeitando sua diversidade, contribuindo para a sua competitividade e melhorando a qualidade de vida dos cooperados, empregados e familiares

VISÃO DO SESCOOP/AM
Ser reconhecido por sua excelência em formação profissional cooperativista, como promotor da sustentabilidade econômica/socioambiental e da autogestão das cooperativas, e como indutor da melhoria da qualidade de vida e bem-estar social de cooperados, empregados e familiares no Amazonas.

OBJETIVO ESTRATÉGICO 01

Promover a cultura da cooperação e disseminar a doutrina, os princípios e os valores do cooperativismo em todo o Brasil;

LINHAS DE AÇÃO

  • Organizar conteúdos e preparar instrutores e multiplicadores para disseminação da cultura da cooperação e do cooperativismo;

     Projeto: Programa de Formação de consultores e multiplicadores em cooperativismo do Amazonas.

  • Intensificar o trabalho de disseminação da cultura da cooperação com jovens e crianças.

Projeto: Projeto Cooperjovem (cooperativismo nas escolas);
Projeto: Programa de Formação de Jovens Lideranças Cooperativistas;
Projeto: Programa de Estágios em Cooperativismo;
Projeto: Colônia de Férias Cooperativista;

  • Sensibilizar cooperados, empregados e famílias para intensificar a participação na organização do quadro social;

Projeto de Sustentabilidade das cooperativas do Amazonas;
Projeto de Organização do Quadro Social das cooperativas;

  • Disseminar doutrina, princípios e valores do cooperativismo em todas as atividades do SESCOOP;

 Projeto de Divulgação e Fortalecimento institucional do Cooperativismo Amazonense;

OBJETIVO ESTRATÉGICO 02

Ampliar o acesso das cooperativas à educação em gestão cooperativista, alinhada as suas reais necessidades, com foco na eficiência e na competitividade;

LINHAS DE AÇÃO

  • Mapear, coletar e analisar as demandas das cooperativas em formação sobre gestão e definir prioridades;

Projeto: Programa de formação de multiplicadores e consultores do cooperativismo amazonense;
Projeto: Encontros de Ramos e Encontro Anual do Cooperativismo Amazonense;
Projeto:Programa de Formação de Jovens Lideranças.
Projeto:Programa jovem Aprendiz Cooperativo.

OBJETIVO ESTRATÉGICO 03

Contribuir para viabilizar soluções para as principais demandas das cooperativas na formação profissional

6 – Mapear, coletar e analisar as demandas das cooperativas em formação profissional e definir prioridades;

Projeto:Encontros de Ramos e Encontro Anual do Cooperativismo Amazonense
Projeto: Seminários Cooperativistas Regionais.

7- Estabelecer rede de parceiros para a viabilização das demandas das cooperativas na formação profissional;

Programa de Fomento ao Cooperativismo de crédito;
Projeto: Programa de formação de multiplicadores e consultores do cooperativismo amazonense.

8- Desenvolver banco nacional de instrutores e consultores e qualificá-los para atender as demandas do SESCOOP;

            Projeto: Formação de consultores e multiplicadores do Cooperativismo Amazonense;

OBJETIVO ESTRATÉGICO 04

Promover a adoção de boas práticas de governança e gestão nas cooperativas

LINHAS DE AÇÃO

9- Implantar programa de identificação e disseminação de boas práticas de gestão e governança em cooperativas (intercâmbios, fóruns, publicações etc.);

Projeto: Programa de Intercooperação e participação em eventos (feiras, exposições, etc.);

Projeto: Apoio e incentivo a publicações acadêmicas e literárias sobre cooperativismo.

10- Orientar e incentivar a adoção de boas práticas de gestão e governança nas cooperativas;

Projeto: Programa Nascer Bem;

OBJETIVO ESTRATÉGICO 05

Monitorar desempenhos e resultados com foco na sustentabilidade das cooperativas

LINHAS DE AÇÃO

11- Estruturar cadastro consistente e ampliado (informações de gestão e governança) das cooperativas em cada estado;

Projeto: Programa de Apoio à Gestão das Cooperativas;

Projeto: Programa Nascer Bem

12- Disponibilizar para as cooperativas monitoradas suas respectivas informações sobre planejamento estratégico, gestão e governança para apoio à autogestão;

Projeto de Sustentabilidade das cooperativas do Amazonas;
Projeto: Programa de Apoio à Gestão das Cooperativas.;
Projeto: Programa de formação de multiplicadores e consultores do cooperativismo amazonense.

OBJETIVO ESTRATÉGICO 06

 Promover um estilo de vida saudável entre cooperados, empregados e familiares

LINHAS DE AÇÃO

13- Articular parcerias para campanhas focadas na promoção da saúde dos cooperados, empregados e familiares;

Colônia de Férias Cooperativista;
Ciclo de Palestras sobre saúde do trabalhador.

OBJETIVO ESTRATÉGICO 07

Intensificar a adoção da responsabilidade socioambiental na gestão das cooperativas brasileiras

LINHAS DE AÇÃO

14- Identificar e disseminar conceitos e boas práticas de responsabilidade socioambiental do cooperativismo;

Projeto: Programa de fomento à certificação orgânica e ambiental das cooperativas agroextrativistas do Amazonas;
Projeto: Programa Instituição Parceira da Natureza (IBDN);
Projeto de Sustentabilidade das cooperativas do Amazonas;

OBJETIVO ESTRATÉGICO 08

Intensificar o desenvolvimento de competências alinhadas à estratégia do SESCOOP

LINHAS DE AÇÃO

15- Mapear e desenvolver as competências necessárias ao cumprimento da missão e da estratégia do SESCOOP;

16- Garantir a estrutura organizacional e o quadro de pessoal adequado para o cumprimento dos objetivos do SESCOOP;

Projetos:
·  Plano de cargos e salários;
·  Implantaçao de OsM e reformulacão do sistema de governança e estrutura organizacional;
·  Diagnóstico e adequação de infra-estrutura física e de pessoal para atendimento das cooperativas;
·  Acompanhamento de arrecadação compulsória das cooperativas;

OBJETIVO ESTRATÉGICO 09

Desenvolver e implementar a gestão do conhecimento no SESCOOP.

LINHAS DE AÇÃO

17- Promover intercâmbio de experiências e inovações entre as Unidades do SESCOOP.

·  Programa de Intercooperaçao e participação em eventos (feiras, exposiçoes, etc.).

18- Estabelecer uma comunidade virtual com técnicos, consultores, especialistas e parceiros para identificação, debate, desenvolvimento e disseminação de conhecimentos que favoreçam a boa atuação do SESCOOP.

- Aperfeiçoamento de ferramentas de comunicação e relacionamento existentes (site, redes sociais, informativos);

OBJETIVO ESTRATÉGICO 10

Assegurar adequada utilização da tecnologia de informação e comunicação

18- Integrar processos e sistemas corporativos;
19- Preparar e implantar a infra-estrutura tecnológica de todo o SESCOOP para a atuação efetiva no alcance dos objetivos estratégicos;

- Diagnóstico e adequação de infra-estrutura física e de pessoal para atendimento das cooperativas;

OBJETIVO ESTRATÉGICO 11

Assegurar qualidade e transparência na divulgação das ações e na comunicação dos resultados

20 – Implementar ações de marketing institucional.